VOCAÇÕES

ACOMPANHAMENTO VOCACIONAL 

“Aqueles que por inspiração do Senhor, vem a nós, querendo aceitar esta vida, sejam recebidos benignamente. No tempo oportuno sejam eles apresentados aos ministros, aos quais cabe o poder de admiti-los à fraternidade”    (Test. 1; RgTor 4).       

 

Deus ama, chama e envia. Hoje continua a escolher pessoas para desempenhar a missão de promover a vida. A nós batizados é feito o apelo para que construamos um mundo de paz e amor conforme a vontade de Deus.

Toda pessoa tem uma vocação, isto é, um chamado de Deus para se realizar e ser feliz. E não uma vocação qualquer, mas vocação ao amor  e a santidade.

Nós, frades da TOR, com coragem e determinação, confiantes no Senhor, seguimos em missão aonde for necessário, confortando, amparando, orando e trabalhando, dando testemunho de santidade e vivência do Evangelho.

Jovem! Convidamos você para sentir na sua vida o apelo de Deus sempre atual que impulsiona o nosso coração nos caminho da missão!

 

SERVIÇO DE ANIMAÇÃO VOCACIONAL

O SAV tem por objetivo oferecer aos jovens, elementos e condições que favoreçam o despertar e o discernimento vocacional para uma decisão dentro de sua opção de vida. Desde modo, os jovens que nos procuram precisam saber que fará parte de uma grande família franciscana. A TOR esté composta por homens e mulheres que vivem o carisma de reconciliação, conversão e penitência em diferentes perspectivas e de diferentes formas.

Os candidatos que desejam conhecer a Terceira Ordem Regular de São Francisco devem entrar em contato com os frades responsáveis pela animação vocacional que estão em nossas fraternidades locais e ou nas paróquias, como também pelo link CONTATO que está no nosso site. E por fim, podem se comunicar com os frades responsáveis pelo SAV através do e-mail contatotor@franciscanostor.org.br; ou diretamente com os frades:

Frei José Carlos Correia Paz
Fraternidade Nossa Senhora do Rosário de Fátima – São Paulo-SP
End.: Av. Dr. Arnaldo, 1831 – Bairro Sumaré 01255-000   São Paulo-SP

Fone (11) 3862-8665
E-mail: hesed.tor@gmail.com

Frei Juciney Medeiros – Fraternidade Nossa Senhora do Rosário – Poconé-MT
End.: Praça da Matriz, 55  Centro 78175-000    Poconé-MT

Fone (65) 3345-1288
E-mail: jucineytor@yahoo.com.br

Frei Rogério de Souza Correia – Fraternidade Nossa Senhora de Loreto – Manaus-AM
End.: Rua Vicente Torres Reis, 31 69033-030   Manaus-AM

Fone (92) 3673-0522
E-mail: freirogetor@yahoo.com.br

 

ETAPAS DA FORMAÇÃO

Quanto ao processo formativo, destacamos:

  1. Etapa Propedêutica (aspirantado e postulantado), durante esta fase se oferece aos candidatos temas fundamentais sobre a fé e também o trabalho de discernimento vocacional.
  2. Etapa Discipular (noviciado e os primeiros anos de profissão temporária) é uma etapa de maior aprofundamento da vocação.
  3. Etapa Configuradora (preparação para os votos solenes), visa fortalecer a vocação para a Ordem e se prepara para uma integração plena e definitiva à Ordem através da profissão solene.
  4. Etapa de Síntese Vocacional (a partir dos votos solenes ou ordenação sacerdotal). O religioso, tendo optado definitivamente pela Ordem, por um longo período de tempo vai maturando teórica e praticamente a sua missão como religioso desde e dentro de uma fraternidade local, sob a responsabilidade do Ministro local e de um plano de formação específica elaborado pela equipe de formação para esta etapa.
  5. Finalmente, a Etapa da Formação Permanente, que se estende ao longo da vida.

 

DIMENSÕES DA FORMAÇÃO

Quatro dimensões: humana, espiritual, intelectual e pastoral (enraizada na sua dimensão “Samaritana”).

  1. Formação humana é o fundamento de toda a formação da Ordem. Cristo deve ser o modelo de formação humana. Ser honesto consigo mesmo e com os nossos próprios limites.
  2. Na dimensão espiritual, a comunicação com Deus é essencial. A imagem que se apresenta é a de Jesus como o Bom Pastor, unido a Deus e unido ao povo. Deve-se alimentar espiritualmente não só de oração pública da Igreja, mas também da oração prolongada, da escuta atenta da Palavra, particularmente na “lectio divina”.
  3. A dimensão intelectual, são os estudos filosóficos e teológicos, para poder anunciar a mensagem do Evangelho com a fé.
  4. Finalmente, a dimensão pastoral, que deve ser feito à imagem e semelhança de Cristo. O religioso se identifica com Jesus sobretudo com a configuração de seus valores: na realidade a sua volta, entrega corporal e  às pessoas espiritualmente mais necessitadas.