Home

A ENTRONIZAÇÃO DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS E DO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA SIMBOLIZA UM COMPROMISSO DE FÉ E DE AMOR NO AMBIENTE FAMILIAR

A entronização dos Sagrados Corações de Jesus e Maria em nosso lar é a consagração total de nossa família ao Amor infinito de Deus; é proteção constante em nossa vida. É a benção misericordiosa de Jesus e sua Mãe Santíssima na vida de todos os nossos entes queridos. Nessa cerimônia, a família reconhece que o Amor de Cristo e de sua Mãe Maria imperam em seu lar com os ensinamentos de nosso Senhor. 

Confira passo a passo, como realizar a entronização em sua casa: Em primeiro lugar, adquira as imagens (ou quadros) do Sagrado Coração de Jesus e do Imaculado Coração de Maria e escolha o lugar da casa onde elas serão entronizadas, preferencialmente o principal cômodo do lar. Sugestão para que nas casas de nossa Paróquia seja entronizado o Sagrado Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

 

GUIA PARA A CERIMÔNIA

1. BENÇÃO DA IMAGEM:

Se o sacerdote não puder participar da celebração em sua casa, leve as imagens para que sejam bentas na igreja.

2. ENTRONIZAÇÃO DA IMAGEM

Depois da benção o chefe da família ou outra pessoa escolhida deve colocar a imagem no lugar especialmente preparado.

3. INVOCAÇÃO AO ESPÍRITO SANTO E PROFISSÃO DE FÉ

Reza-se o creio.

4. LEITURA BÍBLICA

Lucas 19, 1-9 ou João 14, 15-31 (breve tempo de meditação).

5. ATO DE CONSAGRAÇÃO DA FAMÍLIA AOS CONSAGRADOS CORAÇÕES DE JESUS E DE MARIA.

Esta oração pode ser recitada por todos a uma só voz:  Sacratíssimos Corações de Jesus e de Maria, a vós me consagro, assim como toda minha família. Consagramos a Vós nosso próprio ser, toda nossa vida, tudo o que somos, e tudo o que amamos.

A vós damos nossos corações e nossas almas, a Vós dedicamos nosso lar e nosso país, conscientes de que, através desta Consagração nós, agora, prometemos-vos viver cristãmente praticando as virtudes da nossa religião, sem nos envergonharmos de testemunhar a fé.

Ó Sacratíssimos Corações de Jesus e de Maria, aceitai esta humilde oferta de entrega de cada um de nós, através deste ato de Consagração. Nossa esperança é colocada em vós, com a certeza de que jamais seremos confundidos. Sacratíssimo Coração de Jesus tende misericórdia de nós.

6. ORAÇÃO PELOS FALECIDOS E AUSENTES NA

FAMÍLIA

Não é necessário que ninguém se pronuncie: nesse momento feliz e significativo, basta pensar em todos os que já faleceram, e também em todos que não puderam comparecer

á cerimônia.

7. ORAÇÂO DA FAMÍLIA

Fazer preces espontâneas por todas as necessidades da família, sobretudo por possíveis dificuldades que estiverem enfrentando. Concluir com o Pai-Nosso, três Ave-Marias e

Glória ao Pai.

8. HOMENAGEM AO CORAÇÃO DE MARIA

Recite Salve-rainha, agradecendo a Nossa Senhora, pela graça da entronização.

9. INVOCAÇÕES FINAIS

Sagrado Coração de Jesus, tende piedade de nós! Coração Imaculado de Maria rogai por nós! São José, rogai por nós! Viva o Sagrado Coração de Jesus em nossos corações!  Amém!

10. BENÇÃO FINAL

Que a benção de Deus todo poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo desça sobre nós e permaneça para sempre. Amem!

Jornada Mundial da Juventude

“Eu venho trazer meu recado, não tenho passado, mas sei entender. Um jovem foi crucificado, por ter ensinado a gente a viver. Eu grito ao meu mundo descrente que eu quero ser gente, que eu creio na cruz. Eu creio na força do jovem que segue o caminho de Cristo Jesus...”

(Nova Geração, do Pe. Zezinho)

 

 

Milhares de mãos já carregaram e outros milhares aguardam ansiosas, para levar pelas ruas de sua cidade os símbolos da Jornada Mundial da Juventude. Desde Setembro de 2011, a cruz peregrina e o ícone de Nossa Senhora cruzam fronteiras, conhecem novos sotaques e emocionam jovens de diversos estados brasileiros, em uma grande celebração do espírito de fé, amor e união que reúne os católicos.

A peregrinação dos ícones da JMJ foi assunto de uma das reuniões da 50º Assembleia Geral dos Bispos da CNBB, realizada na cidade de Aparecida (SP). Durante a sessão no dia 25 de Abril, o Padre Antônio Ramos Prado, assessor nacional do Setor Juventude da CNBB, ressaltou o sucesso que tem sido a peregrinação em todas as dioceses do país por meio do projeto “Bote Fé”, que leva os símbolos a hospitais, presídios, comunidades carentes e universidades, além dos eventos de evangelização. Até Julho de 2013, mês em que será realizada a Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro, os

símbolos já terão passado por cerca de 300 dioceses nas cinco regiões brasileiras e também pelos países do Conesul (Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai).

 

OS SÍMBOLOS

 

CRUZ PEREGRINA

Também conhecida como Cruz do Ano Santo, Cruz do Jubileu ou Cruz dos Jovens, foi entregue pelo Papa João Paulo II à juventude em 1984, para que a levasse por todo o mundo como símbolo do amor de Cristo pela humanidade. Com cerca de 4 metros de altura, a cruz é levada a todas as dioceses do país-sede da JMJ desde 1984.

ÍCONE DE NOSSA SENHORA

O segundo símbolo da Jornada surgiu em 2003, durante a realização da 18º JMJ. Na ocasião, o Papa João Paulo II, afirmou que o ícone de Nossa Senhora, é um “sinal da presença materna de Maria próxima aos jovens, que são chamados, como o Apóstolo João, a acolhê-la em suas vidas.” O símbolo é uma cópia de um antigo e sagrado ícone

encontrado na Basílica de Santa Maria Maior, em Roma.

 

Carreata da Chegada da Cruz -Dia: 20/09/2012,às 22:30h. Local: Ponte do

Iranduba. Com a participação das Paróquias do Setor 3.

 

SÍMBOLOS QUE CHEGAM AO CORAÇÃO DO PAÍS

Durante o mês de Junho, a cruz e o ícone de Nossa Senhora atravessarão a região Centro-Oeste do país. Até o dia 7, os símbolos estarão em Goiás, nas dioceses de Luziânia (dias 1 e 2 de Junho), Formosa (dias 3 e 4) e Uruaçu (de 5 a 7 de Junho).

A partir de 8 de Junho, eles migram para o estado do Mato Grosso do Sul e ali ficam até o final do mês. Segundo Alessandro Gama, membro da Equipe “Bote fé” de Campo Grande, a organização do evento vem se reunindo desde Março para discutir sobre a Jornada e também sobre a peregrinação dos símbolos pela região. Ainda de acordo com o assessor, “Dom Dimas (Arcebispo de Campo Grande) reuniu-se com o Governador do Estado, e conseguiu apoio do Governo para a realização do “Bote Fé Campo Grande”.

Em Julho, a cruz e o ícone seguem para o Mato Grosso e, em seguida, para a região Norte do Brasil. O percurso completo dos símbolos está disponível no hostite Bote Fé, criado pela Equipe Jovens Conectados, do setor de Juventude da CNBB: www.jovensconectados.org.br/botefe

 

SIGA A CRUZ

 

Para que jovens católicos de todo o país possam acompanhar a peregrinação dos símbolos da Jornada, saber por onde já passaram e que cidade é seu próximo destino, a organização da JMJ 2013 lançou o aplicativo Siga a Cruz, é uma ferramenta para smartphone ou tablete que permite ao usuário acompanhar passo a passo o trajeto da cruz e do ícone de Nossa Senhora.

Disponível para as plataformas Android e iOS, o aplicativo informa por meio de um mapa com recurso de geolocalização, o trajeto percorrido pelos símbolos da JMJ.

O Siga a Cruz também permite que os usuários interajam com amigos, via Twiter e Facebook, tracem rotas detalhadas para o local onde se encontram os símbolos e acessem galerias exclusivas de fotos. Para baixar o aplicativo, basta acessar www.rio2013.com.pt/siga-a-cruz e selecionar a plataforma do celular ou tablete.

(Texto extraído da Revista Ave Maria – Ano 114 – Junho 2012)

 

ORAÇÃO OFICIAL DA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

Ó Pai, enviaste o Teu Filho Eterno para salvar o mundo e escolheste homens e mulheres para que, por Ele, com Ele e n’Ele, proclamassem a Boa Nova a todas as nações. Concede as graças necessárias para que brilhe no rosto de todos os jovens a alegria de serem, pela força do Espírito, os evangelizadores de que a Igreja precisa no Terceiro Milênio.

Ó Cristo, Redentor da humanidade, Tua imagem de braços abertos no alto do Corcovado acolhe todos os povos. Em Tua oferta pascal, nos conduziste pelo Espírito Santo ao encontro filial com o Pai. Os jovens que se alimentam da Eucaristia, Te ouvem na Palavra e Te encontram no irmão, necessitam de Tua infinita misericórdia para percorrer os caminhos do mundo como discípulos-missionários da nova evangelização.

Ó Espírito Santo, Amor do Pai e do Filho, com o esplendor da Tua Verdade e com o fogo do Teu Amor, envia Tua Luz sobre todos os jovens para que, impulsionados pela Jornada Mundial da Juventude, levem aos quatro cantos do mundo a fé, a esperança e a caridade, tornando-se grandes construtores da cultura da vida e da paz e os protagonistas de um mundo novo.

Amém!

Lembramos que a Paróquia está preparando-se para a Jornada Mundial da Juventude. Enviará 15 jovens. Convidamos você a participar para o bom êxito desta missão rezando a oração que segue.

 

 

Catequese na paróquia de São Jorge

Concluiu-se na Paróquia de São Jorge no recente Tempo Pascal do ano de 2012, o ciclo de preparações que culminaram com as celebrações do Batismo, Crisma e 1ª Eucaristia nas comunidades. Não mais significando que a caminhada catequética seja interrompida para os catequizandos, uma vez que as turmas de 1ª Eucaristia já ingressam na chamada “pré-crisma” e os jovens e adultos continuam sua missão, engajados em pastorais, grupos e movimentos. Assim, a Pastoral Catequética tem a missão de “evangelizar”, e não apenas “sacramentar”.

Esse processo aparentemente simples na verdade, vem de um trabalho iniciado no ano de 2008 voltado à reorganização da catequese à luz das orientações da Igreja nos documentos “Catequese Renovada”, “Diretório Nacional de Catequese”, “Iniciação à vida Cristã” – Um processo de Inspiração Catecumenal” e do próprio “Documento de Aparecida”, os quais dão as bases da metodologia utilizada, no Processo Catecumenal. Assim, as preparações voltaram a se guiar pelos tempos litúrgicos e as celebrações propriamente ditas realizadas na Quaresma, na Vigília Pascal e no Tempo Pascal, respeitando o importante tempo mistagógico posterior. Para apoiar essas ações, estabeleceu-se formações permanentes por meio de uma Escola Catequética própria, que abrange não apenas os catequistas, mas a todas as lideranças da paróquia.

Como forma de trabalhar o carisma franciscano e educar os fiéis, desde a juventude

para o discipulado-missionário de Jesus Cristo, nomeia-se cada turma com o nome de um santo franciscano, para conhecer e semear seu exemplo e ensinamentos. Além do contínuo uso dos símbolos, tais como: a Cruz de São Damião, o tau, o capuz (que faz parte das camisetas das turmas) e a túnica franciscana com torçal (que é usada nas

celebrações de Coordenação de Catequese da Paróquia de São Jorge

1ª Eucaristia). Celebração da 1ª Eucaristia realizada no dia 06 de maio de 2012, na Igreja Matriz de São Celebração da Crisma realizada no dia 20

de maio de 2012, na Igreja Matriz de São Aula inaugural da Escola Catequética sempre nos meses de agosto, no mês Vocacional.

 

 

Procura-se um, amigo

Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar. Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena das pessoa tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer. Procurase um amigo para gostar dos mesmos gostos. Que se comova, quando chamado de amigo. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância. Precisa-se de um amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim. Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive. 

(Vinícius de Morais)

MENSAGEM DO DÍZIMO

ORAÇÃO DO DIZIMISTA

“Recebei, Senhor, a minha oferta.

Ela não é uma esmola, porque não sois mendigo.

Não é apenas uma contribuição porque não precisais dela.

Não é o resto que me sobra que vos ofereço.

Esta importância, Senhor, representa a minha gratidão

e o meu reconhecimento, pois se tenho algo,

é porque Vós me destes. Amém!

 

Lembramos que as missas celebradas em todas as comunidades no 4º domingo do

mês, são em ação de graças a todos os dizimistas.

Parabéns a todos os aniversariantes dizimistas de Janeiro à Julho!

Home