Home  VOLTAR

A Chegada da TOR no Amazonas

 

No final do ano de 1961, a Província Americana do Sagrado Coração de Jesus da Terceira Ordem Regular de São Francisco aceitava um território na Amazônia que pertencia à Arquidiocese de Manaus.

Foi somente no dia 9 de agosto de 1962 que foram nomeados, em Loretto, Pennsylvania, os primeiros Frades que partiriam para a Amazônia. O frei Kevin Keelan, Ministro Provincial, entregou a' Cruz Missionária' aos Frades Marcelo Smith, Roberto Sisk, Roger Chunta, Carlos Napoli, Vítor Gall e José Glanny. O frei Marcelo Smith foi nomeado Comissário deste grupo porque já tinha trabalhado na Prelazia de Guajará-Mirim com Dom Roberto Arruda e falava o português. No dia 16 de agosto de 1962, chegaram em Belém os Frades Kevin, Marcelo e Roberto e foram recebidos fraternalmente pêlos Padres Redentoristas.

        Na mesma tarde, voaram para Manaus e,  novamente, os Redentoristas os receberam. No dia seguinte, o Provincial Keean e os Frades Marcelo e Roberto foram à Cúria Arquidiocesana conversar com     o   Arcebispo Dom João de Souza Lima, tendo os seguintes resultados: os Frades assumiriam inicialmente a cidade de Nova Olínda do Norte, no Rio Madeira e uma pequena paróquia no bairro São Jorge, em Manaus.